Íntima compaixão.

Há algum tempo percebi esse termo na Bíblia. E confesso, que desde a primeira vez,  prendeu minha atenção. Não bastaria a palavra compaixão? Não entenderíamos seu sentido? Mas, porquê íntima compaixão? Essa palavra adiciona um significado muito mais complexo para compaixão. Falar em íntima compaixão é falar em algo mais que mera compaixão. É fazer algo além do que a nossa compaixão. É viver a compaixão divina e não a compaixão humana. É olhar com os olhos de compaixão de Jesus. Não os nossos. Complexo, não? Difícil, não?

Embora significativo, esse termo só aparece no Novo Testamento, o que pra mim reforça íntima compaixão como um dos aspectos da personalidade de Jesus. Algo que era de Jesus, só seu. E esse fato, torna esse sentimento mais importante ainda para cada cristão. Moisés poderia ter tido íntima compaixão do povo de Israel. Davi poderia ter tido íntima compaixão do povo que governava. Mas não. Foi Jesus que sentiu íntima compaixão… Você consegue compreender a grandeza disso?

Esse termo aparece em: duas parábolas – Servo impiedoso (Mateus 18) e Bom samaritano (Lucas 10);  e em três momentos do ministério de Jesus:  Mateus 20:34,  Lucas 7:13 e Mateus 14:14.

Comecemos pela palavra Íntima. O que é intimidade para você? Segundo o dicionário, Íntima é: que está muito dentro, muito interno;  que existe no ânimo ou no coração;  muito cordial, tranquilo ou aconchegante; que está muito próximo ou tem relações estreitas com. Já compaixão, vem do verbo compadecer, que nada mais é que:  sofrer. E eu acrescento: sofrer junto.

Todas às vezes que vemos Jesus com um ato de íntima compaixão, ele estava sofrendo junto com seu povo – o que também quer dizer que ele tem íntima compaixão de nós, sofre junto comigo e com você. E só pode sentir íntima compaixão quem conhece. Repara nessas duas passagens: na primeira, com os dois cegos de Jericó, os mesmos chamaram a atenção de Jesus. Tipo, “Jesus olha pra mim! Tô aqui!”.  Eles pediram algo. Muitas vezes, Jesus sabe o que precisamos, ou você acha que ele não sabia que os cegos queriam ver? Claro que ele sabia. Mas às vezes, Ele também quer que peçamos, em oração, e assim também nos levar à mais intimidade. Porém na passagem com a viúva de Naim, Jesus reparou no seu sofrimento. Ela não fez nada, ela não pediu nada. Ela estava na hora certa e no lugar certo. E isso, meu caro leitor, só saberemos quando em intimidade com Jesus, na presença de Jesus. Jesus atentou seus olhos em sua dor. Muitas vezes, Jesus fará além do que pedimos, e só por nos conhecer tão bem.

Já na passagem do Bom Samaritano, Jesus mostra com o exemplo como devemos ser e agir. Pois, vamos lá:  nossa íntima compaixão – que está muito dentro – deve estar preservada e não corrompida no nosso coração; precisa ser aconchegante para todo aquele que cruza nosso caminho; deve ter relações estreitas com todo aquele que precisa. Devemos conhecer o perdido, saber quem ele é. Isso só conquistaremos em oração e intimidade com o Espírito Santo, e quando nos esforçamos um pouco mais em amar ao próximo.

Compaixão é além se preocupar, é orar e estender a mão. Compaixão é além de olhar nos olhos, é dar uma palavra de conforto e consolar. Compaixão é além de oferecer a mão, é orar e abraçar. Compaixão é além de doar um alimento, é visitar e oferecer carinho. Compaixão é além de olhar com olhos de compaixão para o perdido na rua, é oferecer alimento, atenção, uma palavra, e talvez até, sentar junto. Por quê não?

Eu vejo isso, como uma convocação: Tenha íntima compaixão! Sofra com os que sofrem! Chore junto com os que choram (Romanos 12:15)!

Íntima compaixão é se importar um pouco mais. Fazer um pouco mais.

Que ao começar o nosso dia possamos sempre orar: E o que podemos fazer a mais por alguém hoje?

Anúncios

6 pensamentos sobre “Íntima compaixão.

    • Boa tarde Elza! Sim, o significado é muito profundo. Gosto muito de meditar nessa passagens e me pergunto todo dia se vivo isso e oro para que nós cristãos façamos a diferença agindo em íntima compaixão! 😉

    • Exatamente! Quando temos esse entendimento vamos mais além do que o sentimento de compaixão, sendo exemplos vivos de discípulos de Jesus nessa terra. Deus abençõe! =)

  1. maravilhoso,quero estar sempre em intmidade com o meu mestre;para q eu possa ter um pouco mais de compaixao com as pessoas q nescessita!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s